Foi aberta oficialmente, na noite desta quinta-feira (10), a 37ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Cascavel (Expovel). Dezenas de autoridades políticas, empresariais, militares e eclesiásticas compareceram ao ato que marca o início de um novo ciclo para o evento, consolidando-o ainda mais como a maior festa popular de Cascavel.
A fé, a beleza e o talento foram a marca da abertura da 37ª Expovel. A fé nas bênçãos que Deus derramará sobre a feira, confirmadas pelas palavras proferidas pelo padre Reginei Módulo (padre Zico); a beleza da Rainha Expovel 2016, Ane Caroline Woichikoski, que prestigiou o ato na companhia das princesas Viviane Barbosa Gomes (1ª) e Larissa Rael dos Santos (2ª), e da Garota Simpatia, Camila Cachoeira; o talento ficou por conta da banda da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada regida pelo tenente Marcílio, que, além de executar o Hino Nacional Brasileiro, deu um verdadeiro show ao apresentar com instrumentos de sopro e percussão versões instrumentais de grandes sucessos atuais da música brasileira e internacional.
Também foram dignas de muitos elogios as mudanças implantadas pela diretoria da Sociedade Rural do Oeste do Paraná (SRO) para esta edição da Expovel. A principal delas é a gratuidade da entrada do público ao Parque de Exposições de Cascavel (inclusive para o rodeio), com somente os shows principais - que serão realizados no Pavilhão de Indústria e Comércio - tendo ingresso cobrado à parte.
Um destes elogios foi do coordenador regional do Oeste do Paraná, representante do governador Beto Richa no evento, Eliezer Fontana. "A Expovel representa toda a importância que o agronegócio tem para a economia da região e do país. Um evento deste porte, com este novo formato, oferece ainda mais condições para a população conhecer e os expositores apresentarem todas as potencialidades deste setor", avaliou.
O diretor-presidente da Coopavel Cooperativa Agroindustrial, Dilvo Grolli, comentou que, com estas mudanças, a sociedade cascavelense precisa abraçar a Expovel, apoiando-a para torná-lo ainda maior. "Este ato não marca somente o início de mais uma edição da feira, mas, sim, o começo de uma nova história deste evento que tem trazido um legado enorme para a nossa cidade, que a tem feito crescer ano após ano. Jamais podemos virar as costas para a Expovel, pois ela representa toda força empreendedora da nossa gente. Por isso, temos que preparar agora o legado que vamos deixar para as gerações futuras da mesma forma que os pioneiros nos deixou, fazendo-os sentir orgulho de tudo aquilo que estamos fazendo", destacou.
Falando em nome do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno, e do deputado estadual André Bueno, o secretário municipal de Agricultura, João Batista Cunha Júnior, que é diretor e ex-presidente da SRO, comparou a Expovel aos plantios e às colheitas. "A Expovel é como a atividade no campo, precisa se reinventar em cada edição. A semente cultivada no solo neste ano não será a mesma da próxima safra. Cada diretoria que passou por esta entidade fez o que pôde para atuar nesta direção e, sobretudo, de defender os interesses do homem do campo, respeitando e exigindo o respeito à lei. Peço para que a próxima gestão continue apostando nesta feira e os demais projetos do agronegócio em nosso município, como o da criação de um Parque de Agroinovação na Fundetec [Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico de Cascavel], avaliado em R$ 34 milhões", informou João, dirigindo-se ao vice-prefeito eleito de Cascavel, Jorge Lange (PSD), presente ao evento.
O presidente da SRO, Adani Primo Triches, falou dos desafios que este novo formato da Expovel impõe. "Esta feira é a extensão da minha casa e esta nova roupagem é gratificante, mas, ao mesmo tempo, preocupante. Gratificante, pois sabemos que estamos no caminho certo, oportunizando o evento a um número maior de pessoas. Preocupante porque o país vive um momento de incertezas na economia e na política. Apesar disso, a Sociedade Rural, que não é uma empresa de eventos, reúne seus associados para organizar a Expovel para toda nossa população e com a presença dos principais setores de nossa economia", salientou.
 
CRÉDITOS
Dângela Peruffo

Voltar